22 de mar de 2017

21 de jan de 2017

O mosquito Aedes Aegypti tb pode transmitir doença ao seu pet !!!! - Casa do Au Au jan - 2017

O mosquito Aedes Aegypti também pode transmitir doença para o seu pet

10 Jan 2017

O mosquito da dengue pode ser ainda mais perigoso do que imaginamos. Além de transmitir a dengue, o zika vírus e o chicungunya para os humanos, ele também pode transmitir a dirofilariose para cães e gatos. Mas você sabe o que é dirofilariose?

A dirofilariose, ou doença do coração, é uma doença parasitária dos cães, podendo também afetar os gatos. O parasita responsável pela doença é o Dilofilaria Immits. Os bichinhos são infectados por larvas que migram através da corrente sanguínea e se alojam nas artérias pulmonares e no coração.

As larvas podem ser transmitidas pela picada de mosquitos Aedes Aegypti. Quando transmitidas, as larvas são minúsculas, porém o verme se desenvolve rapidamente, podendo chegar a 35 centímetros. É quando o verme cresce que passa a causar sérios problemas no organismo dos animaizinhos. O período entre o bichinho ser infectado até os vermes se tornarem adultos, acasalarem e botarem seus ovos é de cerca de 6 a 7 meses em cães e 8 meses em gatos.

Sintomas
Os sintomas são cansaço, perda de peso, tosse, edema pulmonar e dificuldade para se exercitar. Essa terrível doença pode levar o cãozinho à morte.

Tratamento
Infelizmente, o tratamento existente atualmente é prolongado e exige acompanhamento frequente e regular por um médico veterinário. O tratamento não é livre de efeitos colaterais, que muitas vezes estão associados aos próprios medicamentos e/ou à morte dos parasitas adultos, o que pode levar à formação de tromboses.

Prevenção
Como em qualquer doença, a prevenção sempre é o melhor remédio. E no caso da dirofolariose, a prevenção é simples. Manter os vermífugos do pet em dia é a melhor forma de prevenção. Os vermífugos tem o objetivo de eliminar as larvas da Dirofilaria transmitidas pelos mosquitos, evitando que estas evoluam para parasitas adultos.

Além de manter os vermífugos em dia, é fundamental eliminar todos os focos do mosquito em sua casa. Mobilize sua família e elimine a água parada, combatendo os focos que podem virar criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

Mantenha as vacinas e vermífugos do seu pet em dia e leve-o regularmente ao médico veterinário. Avaliações de rotina ajudam a manter a saúde e bem-estar do seu amiguinho.